quarta-feira, 16 de abril de 2014

Conselho Municipal de Educação rejeita prestação de contas do PNAE da Prefeitura de Ilhéus

Por cinco votos a dois, o Conselho de Alimentação Escolar(CAE) rejeitou, em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (16), a prestação de contas da Prefeitura de Ilhéus referente aos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do ano de 2013. De acordo com o CAE, o relatório que rejeitou as contas será encaminhado  para o ao FNDE, Ministério Público Estadual, Corregedoria Geral da União (CGU) e demais órgãos que o conselho julgar necessário, para as devidas providências.


terça-feira, 15 de abril de 2014

APLB-SINDICATO INFORMA: PARALISAÇÃO DA REDE ESTADUAL NESTA QUARTA-FEIRA, 16

A APLB-Sindicato convoca a categoria  para participar da assembleia conjunta dos servidores públicos nesta quarta-feira,  16 de abril, às 9 horas, com todos os servidores, no ginásio de esporte dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos. A assembleia é promovida pela Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab).
A decisão do sindicato foi tomada em assembleias realizada pelas 18 delegacias regionais e a desta terça-feira, 15, na capital, pela manhã. Após os informes gerais, o coordenador-geral do Sindicato, o professor Rui Oliveira, colocou a proposição em votação durante a assembleia e a categoria aprovou  reafirmando que seguirá a orientação da assembleia conjunta da quarta-feira (16),  definida por todos os servidores públicos estaduais.
Os trabalhadores reagiram ao texto enviado pelo governador Jaques Wagner. O pagamento do reajuste linear será dividido em duas vezes: 2% em abril, retroativos a janeiro, e 3,91% sobre o salário de abril, no mês de julho. Totalizando 5,91%.
Esta última parcela seria paga no mês de setembro e foi antecipada pelo governo. A direção da APLB-Sindicato luta por um aumento linear e uma promoção de 14% para a categoria.

REDE MUNICIPAL: Assembleia nesta quarta-feira, às 14 horas, no Pátio do IME-Centro

Trabalhadores em educação da rede municipal de Ilhéus estarão realizando uma assembléia nesta quarta-feira(16), às 14 horas, no pátio do Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME-Centro), para avaliar a paralisação de três dias realizada pela categoria e discutir sobre os avanços da campanha salarial 2014. Os trabalhadores não descartam a possibilidade de decretar greve por tempo indeterminado, já o governo municipal insiste em não respeitar as leis e se recusa a garantir o reajuste legal dos servidores.

O ano letivo de 2014 seria iniciado na última segunda-feira, dia 14, nas escolas da rede municipal de Ilhéus, mas em assembleia dos trabalhadores em educação, realizada na quarta-feira(09), na Câmara de Vereadores, a categoria decidiu fazer uma paralisação de advertência de três dias, em sinal de protesto pelo fato do governo municipal não ter assinado o acordo de campanha salarial 2014 que prevê, dentre outros pontos, o pagamento do piso nacional dos professores e o reajuste salarial dos demais trabalhadores.

A categoria também decidiu que não participaria das atividades de planejamento e nem da jornada pedagógica. A presidente da APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, Enilda Mendonça, informou que a data base da categoria é janeiro de 2014 e pauta da campanha salarial, aprovada por unanimidade pelos trabalhadores em educação, foi protocolada na Prefeitura de Ilhéus em dezembro do ano passado, mas até o momento o governo municipal não assinou o acordo. Enilda Mendonça informou que os trabalhadores estão tentando de todas as formas negociar com o governo municipal para que a lei seja cumprida e seja assim garantido o reajuste dos servidores e o pagamento do piso nacional dos professores.

O mais grave, segundo Enilda Mendonça, e que a proposta apresentada de maneira informal pelo governo municipal, é a mesma do ao passado, de reduzir a carga horária e, consequentemente, os salários dos trabalhadores. Na assembleia da categoria, os trabalhadores consideraram a proposta do governo como imoral, desrespeitosa e perversa. Ainda na assembléia desta quarta-feira serão discutidos outros assuntos de interesse da categoria, como o pagamento do salário do mês de dezembro de 2012.

APPI alerta governo que dias cortados não serão repostos



A APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, encaminhou ofícios ao prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro, ao Procurador Geral do Município, Otávio Augustus Carmo, e aos secretários Ricardo Teixeira, de Administração, e Marlúcia Mendes, de Educação, informando que os dias descontados em decorrência da paralisação ou greve no salário dos trabalhadores em educação não serão repostos.

No mesmo ofício a APPI comunica que a não reposição dos dias cortados gerará problemas para o sistema municipal de ensino no cumprimento do que determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. O sindicato comunicou ainda que a APPI não quer inviabilizar o diálogo e aguarda o agendamento de data de audiência para tratar da campanha salarial.


sexta-feira, 11 de abril de 2014

Inscrições abertas para a 1ª Corrida pela Educação

A APLB-Sindicato promove em parceria com o Clube de Corrida Equilibrium, no dia 04 de maio, a 1a Corrida Pela Educação. A prova é aberta à participação de todos, e traz a marca da solidariedade: para se inscrever, basta doar duas latas de leite em pó que serão revertidas em prol do Hospital da Criança com Câncer.

 

As inscrições já estão abertas e para participar basta preencher a ficha de inscrição, disponível no site <www.aplbsindicato.org.br> e levar, junto com as duas latas de leite, em pó na sede da APLB-Sindicato ou Federação Baiana de Atletismo. Se você é educador da rede estadual ou municipal , lembre-se de levar seu contracheque.

 

A sede da APLB-Sindicato fica na Rua Francisco Ferraro, 45, Nazaré. Próximo ao Colégio Central. Telefone: (71) 4009-8350. A Federação Baiana de Atletismo está localizada no Palácio dos Esportes, 01, Sala 106, Praça Castro Alves, Centro. Telefone: (71) 3322-3865.

 

Mais informações no portal:

 

PREMIAÇÃO

 

RECEBERÃO TROFÉUS MAIS PREMIAÇÃO PECUNIÁRIA os três primeiros atletas dos dois segmentos em ambos os naipes na Classificação Geral. Respectivamente: R$ 700,00 (setecentos reais); R$ 300,00 (trezentos reais); e R$ 200,00 (duzentos reais).

 

RECEBERÃO MEDALHAS DE PARTICIPAÇÃO todos os atletas que, estando inscritos, cruzarem a linha de chegada em até 1h30 (uma hora e trinta minutos) após a largada.

 

PERCURSO

 

Largada: Praça Thomé de Souza (Praça Municipal/Prefeitura de Salvador).

 

O percurso tem, aproximadamente, 5 km (cinco quilômetros). Os atletas percorrerão toda a Avenida Carlos Gomes, passarão em frente a Casa D’Itália, Hotel Sheraton da Bahia e Praça do Campo Grande, sentido Universidade Federal da Bahia (UFBA) – Reitoria, no Canela, retornando pela Rua João das Botas, passando em frente ao Teatro Castro Alves (TCA), percorrendo a Rua Forte de São Pedro, trecho da Avenida Sete de Setembro e Rua Chile, finalizando o percurso na Praça Municipal, no mesmo local da largada.


quinta-feira, 10 de abril de 2014

Professores do Colégio Estadual de Ilhéus são ameaçados de morte por "supostos" traficantes



Professores do Centro Estadual de Educação Profissional (antigo Colégio Estadual de Ilhéus) estão sendo ameaçados de morte por supostos traficantes, que tem enviado mensagens intimidando os profissionais e afirmando que matará os educadores. Nas mensagens enviadas por telefones celulares, inclusive com números identificados, os traficantes xingam os professores e acusam de terem acabado com as bocas de fumo na escola, por esse motivo dizem que vão matá-los. As mensagens foram enviadas, individualmente e como nomes de cada um dos professores, para diversos educadores.

O fato foi comunicado na manhã desta quinta-feira (10) à APPI/APLB-Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, que estará encaminhando a denúncia à Secretaria Estadual de Educação, Ministério Público Estadual e Procuradoria Geral do Estado da Bahia. Os professores ameaçados também já prestaram queixa na Polícia Civil de Ilhéus, que está apurando o caso, tentando chegar aos autores das ameaças.


Assustados com as ameaças de morte, os professores afirmaram desconhecer a existência de qualquer boca de fumo ou de tráfico dentro do Centro Estadual de Educação Profissional de Ilhéus. Eles também questionaram os riscos que correm como educadores, uma profissão que, além de receber baixos salários, ainda convive com ameaças de mortes e de agressões físicas.

Rede Estadual - Tabela de Vencimentos

 Continuação da tabela


Rede Municipal - Calendário Escolar 2014